Pode parecer insistência ficar falando sobre o assunto ética (para quem quiser ler o que já falei sobre o assunto). Nem ía falar sobre isso, mas não me conformo com certas injustiças. Pesquisando outro dia na Internet descobri que uma loja copiou o meu modelo de almofada para notebook – com diferenciais criados por mim – idêntico! Só não tem as mesmas medidas, é um pouco mais quadrada, mas a concepção toda é igualzinha, com as tiras segurando a placa, até a descrição é igual a que eu tinha no meu site. Tratando-se de uma loja especializada na confecção de almofadas, obviamente tem condições de vender bem mais barato que as minhas.

No meu antigo blog, do Globolog, que infelizmente já não existe mais, eu publiquei um texto uma vez explicando como criei a almofada. Foi no final de 2007 que, vendo a dificuldade do meu marido em trabalhar com o note no colo enquanto trabalhava sentado, resolvi desenvolver eu mesma um modelo, inspirada em almofadas com bandeja para café da manhã que já tinha visto por aí. Daí fiz a primeira, que dei de presente de aniversário para minha irmã (foto abaixo). As pessoas que viram gostaram e começaram a me pedir. No início de 2008 a Simone Quintas, editora da revista Casa e Jardim, me pediu para publicar no blog dela (O Lá em Casa) esse e alguns outros trabalhos meus (Veja a postagem da Simone aqui), e foi a partir daí que passei a receber mais emails de pessoas interessadas.

Minha primeira almofada

O modelo é simples, qualquer um que sabe costurar consegue fazer igual, eu sempre soube disso. O dificil é aceitar como normal e deixar pra lá o fato da cópia ser feita por alguém que se coloca como o autor da ideia e ainda comercializa, consequentemente tirando mercado de quem cria, erra, investe e testa, até chegar num produto ideal. Difícil aceitar que existem pessoas que, por falta de criatividade e competência, copiam as ideias alheias e apresentam como NOVIDADE, no seu site comercial. Simplesmente pegam a receita e mandam ver. Existem muitos modelos de almofada com bandeja por aí, alguns até mais antigos que o meu, porém quase todos desenvolveram seus próprios modelos, com suas ideias e diferenciais.

Apesar de terem copiado meu modelo, pelo que vi, elas não têm o mesmo acabamento nem as características diferenciadas da minha, como o tipo de tecido, fechamento das capas, o fato de ser personalizável com o nome da pessoa, etc. Acredito que certos caprichos e cuidados não podem ser copiados, a essência de um trabalho não pode ser copiada, por mais disposição que a pessoa tenha de fazer igual. Até porque quem copia para vender ao invés de desenvolver seus próprios trabalhos, geralmente é porque é incompetente para tal.

Enfim, fica o alerta para quem preza pela honestidade no comércio.

Recomendo a leitura deste texto publicado no blog Decor8, falando sobre o assunto inspiração x cópia, escrito por Erika Firm:

Real Talk: DIY is not Duplicate It Yourself!

Beijos a todos,

Tagged with →  
Share →

15 Responses to De novo a ética (ou a falta dela)

  1. Camila disse:

    Olá Luciana tudo bem?
    Vi que voce foi copiada… isso é horrivel, mas fique tranquila que capricho e dedicação estão nas suas peças. Vim aqui para elogiar o seu trabalho e dizer que elas são maravilhosas. Amei as girafinhas e vou “tentar” fazer para minha filha que ama estas peças em tecido, pode ficar tranquila que não vou sair por ai fazendo varias delas… Assim como voce tbm sou arquiteta e amo fazer artesanatos, faço de tudo um pouco e amo aprender, é um verdadeiro passatempo para nos que temos esta profissao tao corrida nao é?
    Meus parabéns pelo seu trabalho.
    Bjus

  2. Camila disse:

    Ahhh… esqueci de citar que suas dicas de organização são otimas!!!

  3. Luciana Murta disse:

    Muito obrigada pelo apoio e pelos elogios Camila!

    Beijos,
    Lu

  4. Selma disse:

    É lamentável que existam pessoas que se dizem profissionais fazendo isso, mas com certeza, seu trabalho é muito superior.
    Tenho seus produtos e posso afirmar aqui que o acabamento e a qualidade que vc oferece são impossíveis de serem copiados.
    Parabéns mil vezes!
    Bjs

  5. É Lu, pessoas como essas existem muitas, e quando elas se fazem de suas amigas, e te chamam de “amiga” o tempo todo e fazem isso com você, é minha querida eu já passei por isso, e parente? também, já tive duas facadas dessas na minha vida, mas o consolo é que essas pessoas um dia caem, não vão à frente, porque não tem mais de quem copiar e como não tem competência, elas ficam na mesmice e saem de cena.

  6. Leide Almeida disse:

    eu amo seus trabalhos e essa almofada é tudibom! estou pensando (já que faço patch) em fazer uma para meu esposo que tbém gosta de trabalhar com o lap no colo e sempre reclama que o colo tá quentérrimo, mas prometo que qdo fizer darei os devidos créditos ao postá-la em meu blog… se puder, é claro… bjs no seu coração

  7. Nadia disse:

    Sabe que você não é a unica a sofrer plágio? Já vi a mesma queixa em outros sites de artesanto e fico com nojo dessas pessoas e ainda mais com essa sua situação, ora pois, sabe que se fosse nos Estados Unidos você poderia entrar com uma ação contra, por aqui duvido que fosse adiante, mas o que eu quero dizer-te é o seguinte: não se deixe abalar, confie na justiça Divina e se orgulhe de ter ideias tão boas que até um site comercial copiou.
    Parabéns e obrigado por compartilhar suas ideias.

  8. Raquel disse:

    Adorei teu trabalho, estou encantada com tudo nesse blog.Nunca fiz trabalhos manuais, mas confesso que teu blog até me inspirou a tentar. Entendo tua revolta pois na minha aréa de atuação já fui copiada várias vezes. Da última a pessoa copiou todo texto da minha divulgação. Dá muita raiva. Mas digo sempre pro meu marido,a pessoa que quiser me copiar vai ter muito trabalho, pois sou muito criativa e ela vai se ocupar muito..hehehehehehe.. Beijos no teu coração e continue com esse lindo trabalho, afinal tu é muito criativa e podem até copiar, mas nunca chegaram a fazer tanta coisa legal e linda que tu tem feito!!!

  9. Carla disse:

    Lu, olha este post aqui, acabei de ler e lembrei de vc, vale linkar tbm:
    http://decor8blog.com/2010/03/12/real-talk-diy-is-not-duplicate-it-yourself/

    Bjs!

  10. Eliana Belesa disse:

    Ola Luciana!Que site otimo!
    Bom gosto,bons frutos!
    Fiz artes plasticas ,adoro artesanias , pois acho que e’ arte com poesia e me identifiquei com vcs, mae e filha!
    E isso /faco belas coisas tb, nao tenho site , apenas fotos e mais fotos,.Um dia mostro,
    Bj Eliana

  11. daniela ,iller disse:

    luciana, estava lendo o post, e fiquei com algumas dúvidas, eu sempre procuro idéias pela internet, muitas até copio, embora nunca fique igual, mas gostaria de saber como dou os créditos para a pessoa a qual me inspirei? não quero ser indelicada e talvez fazer alguem passar pelo o que você passou.
    att

  12. Josi disse:

    Olá, seus trabalhos são lindos, “suas” criações também… não sou artesã nem trabalho com isso, apenas gosto de ver coisas bonitas, e seu espaço aqui é mesmo lindo; gostaria apenas de comentar que aquela almofadinha para not, em 2005, em agosto, mais precisamente, fui de férias à Maceió e lá em uma feirinha de artesanato comprei uma almofada deste tipo, não idêntica, mas com a mesma idéia.
    Na minha opinião, tudo que se copia na net, se não houver patente requerida, não é cópia nem plágio; eu chamaria de elogio: se alguém a copia certamente é porque gosta, admira, acha lindo, etc., seu trabalho.
    É minha opinião, mas de todo jeito não deixe isso desanimá-la, use como trampolim para novas idéias e criações e continue divulgando seu lindo trabalho, pois eu não copio, nem tenho tempo pra isso, mas adooooro ver coisas bonitas aqui e em vários outros blogues; que por sinal teem trabalhos bem repetitivos, “copiados” uns dos outros.
    …PARABÉNS por sua linda vitrine.

    • Luciana Murta disse:

      Oi Josi, muito obrigada pelos elogios!

      Olha, concordo com você somente em parte.Cópia de trabalho pode até ser um elogio quando feita de forma sincera, deixando claro ser uma cópia e para uso pessoal, jamais para gerar lucro próprio. Porém, quando feita de má-fé, que é o caso de que falo no meu texto, ou seja, quando a pessoa copia para se dizer a autora da ideia e/ou para ganhar dinheiro com a ideia alheia, não considero elogio, mas falta de caráter. Toda criação é protegida por direitos autorais, independente de registro de patente. O registro de patente, pelo que sei, nem se aplica a todos os casos (textos por exemplo são obras intelectuais, não são algo que se tire patente, mas o autor detém os direitos sobre ele independente de qualquer registro). Obviamente é algo difícil de se controlar, principalmente nos casos em que não há um registro formal, mas nem por isso os direitos deixam de existir. Por isso mesmo falei da ética, sem nem entrar na questão de direitos autorais.

      Sobre a almofada que você viu, como eu expliquei no meu texto, nunca clamei ser a idealizadora da almofada com suporte em si, (pelo contrário, disse que criei a minha a partir de uma que vi), mas somente do MEU modelo, como eu criei, idealizei, medi, testei, fiz e refiz até chegar ao modelo final. Até acredito que outra pessoa possa idealizar um modelo semelhante sem nunca ter visto a minha, e vice-versa, mas não é disso que estou falando aqui. Estou falando de pessoas que agem de má-fé com a intenção de se beneficiar usando ideias e criações alheias, ao invés de gastar seu tempo, como eu gastei o meu, fazendo suas próprias criações. Não acho justo nem correto que uma empresa ou qualquer pessoa copie um trabalho meu de forma idêntica e passe a comercializá-lo. Creio que qualquer artista/artesão se sinta injustiçado com essa situação.

      Mas esse tipo de coisa não me desanima não, nem um pouco, pelo contrário. Por mais que seja errado, como você disse, significa que de alguma forma fiz um bom trabalho, não é? ;) Só não podia deixar de falar no assunto. Obrigada pelo apoio e incentivo!

      Beijos,
      Luciana

  13. alexandra disse:

    É um imenso prazer conhecer pessoas como vc seu trabalho é muito lindo….
    parabens
    Alexabdra

  14. Oi, Lu
    Amei sua almofada, nunca tinha visto uma para notebook. Conhecia apenas a versão risque-rabisque que minha tia fazia, quando notebooks não eram encontrados com facilidade aqui no Brasil, nem sei se ela ainda faz. Esse eu nem me atrevo tentar liftar, passo longe da máquina de costura, quem faz tudo de costura para mim é minha mãe. Eu só sei inventar moda, herdei isso dela, mas fazer que é bom nada.
    Realmente é muito chato, para não dizer revoltante, quando um trabalho nosso é copiado e nem nos dão os créditos. É falta de caráter, de ética. Sei que alguns trabalhos de artesanato são difíceis de dizer a origem, pois muitos são passados de geração em geração, mas os detalhes, os diferenciais são únicos, cada um cria o seu no intuito de melhorar de acordo com suas prórprias exigências. E isto torna o nosso trabalho único.
    Bjos,
    Chris

Tem algo a dizer? :)

Todos os direitos reservados

© Luciana Murta 2018

error: Conteúdo protegido