Currently viewing the tag: "Flores"

Transformando meu Smash em um planner de projetos

Preciso começar esse texto admitindo que eu estou muito apaixonada pelos planners que tenho visto por aí. Eu não tenho um planner (ainda). Quando comecei a ouvir falar deles, não me interessei muito, porque ele funciona mais ou menos como uma agenda (bem mais bonito e divertido, claro) e eu nunca consegui manter meus planejamentos em uma agenda física. As poucas que tive acabaram abandonadas.

Eu faço meus planejamentos todos no computador, porque é nele que Ler o post inteiro →

 

Esse passo-a-passo foi postado originalmente no ScrapbooBrasil.com em 15/08/09 inaugurando o novo fórum Blogs Parceiros. Obrigada ao SBB pelo convite e a oportunidade!

Espero que gostem!

 

***

PAP Botão forrado de papel (falso brad)


Flores com miolinhos feitos de botões forrados com papel de scrap.

Eu quase nunca uso bailarinas (brads) nos trabalhos de scrapbooking, mas uso muito botões forrados de tecido, principalmente para fazer miolinhos de flor. O efeito é lindo, fica bem parecido com um brad, sendo que o botão eu colo diretamente na flor com cola ou glue dots, enquanto que para fixar a bailarina é preciso furar o papel para inserir e prender as “perninhas”.

Alguns exemplos onde usei os botões forrados com tecido:

 

E daí que outro dia no SBB alguém mencionou uma maquininha, o i top brad maker,  que faz brads personalizados com papéis de scrap, com a estampa que você quiser. Eu resolvi testar se daria certo forrar também os botões com papel ao invés de tecido, para dar o mesmo efeito e ter a liberdade de coordenar os “falso brads” com os trabalhos, e deu!

Segue abaixo o passo a passo para quem quiser fazer.

 

PASSO A PASSO – Botão forrado de papel

O procedimento para forrar com papel é exatamente o mesmo que para forrar com tecido. Só procure usar papeis mais finos, de gramatura menor, pois o papel entra na matriz com um pouquinho mais de dificuldade do que o tecido. Acredito que papeis mais grossos nem vão entrar, ou vão rasgar na tentativa.

A prensa é ótima e facilita muito o trabalho, mas não é essencial para fazer os botões, tanto de papel quanto de tecido. É possível fazer tendo somente as matrizes e os botões. Basta seguir todo o passo-a-passo e no final usar um martelo para “amassar” o botão, ao invés da prensa.

Material que utilizei:

– Papeis de scrap variados (não muito grossos)
– Botões de forrar e matrizes correspondentes
– Gabarito de círculos (não é essencial)
– Lapiseira
– Tesoura
– Martelo ou prensa


Para quem não conhece, essa é a prensa, que também serve para colocar ilhoses, botões de pressão e outros enfeites, em tecido.

 


Essas são as peças que compõem a matriz. Na frente, as duas peças do botão.

 

Como fazer:


Escolha o papel e a porção da estampa a utilizar. Aqui usei um botão número 12 e escolhi usar as florezinhas como motivo no botão (porção marcada com o círculo vermelho na figura).

 


Para cortar o papel, use um gabarito ou faça a mão um círculo maior que o botão. O tamanho do círculo de papel deve ser suficiente para cobrir todo o botão e ainda virar uma beirinha para dentro, mas também não deve ser grande demais (eu fiz um deixando uma sobra grande de papel e ele ficou preso entre duas peças da matriz e não queria mais sair…)

 


Risque o círculo.

 


E recorte.

 


Agora pegue a matriz correspondente ao botão e separe as três peças que a compõem (com exceção do fundo côncavo que é solto, mas deve permanecer dentro do cilindro maior).

Posicione o papel com a face estampada voltada para baixo, sobre o cilindro maior.

Posicione o botão sobre o papel, com a parte aberta voltada para cima.

 


Pegue o cilindro mais fino e coloque sobre o botão (ele se encaixa perfeitamente na abertura do botão). Pressione para baixo para empurrar o papel. Nesta etapa o papel oferece mais resistência que o tecido, mas basta ajudar com os dedos, forçando as abinhas do papel para cima e ao mesmo tempo empurrando o cilindro para baixo delicadamente.

 


Empurre até que ele entre completamente e você sinta que o botão encostou no fundo.

 


Retire o cilindro mais fino e pegue o cilindro médio (o que é vazado).

 


Insira esse cilindro vazado dentro do maior fazendo um movimento de rotação ao mesmo tempo (para que ele empurre corretamente o tecido ou papel) até o fundo e deixe-o lá.

 


Agora, NÃO RETIRE O CILINDRO VAZADO, na foto eu só tirei para mostrar mais ou menos como vai ficar o papel depois de amassado pelo cilindro.

 


Pegue o cilindro menor novamente e coloque-o de cabeça para baixo, ou seja, com a parte que tem uma abertura voltada para cima. Pegue a outra parte que compõe o botão (a parte de trás, que tem o “pezinho) e posicione-a sobre a abertura do cilindro, com o pezinho para baixo, encaixado na abertura.

 


Agora pegue os outros dois cilindros que estão encaixados (segurando os dois juntos para que não se separem), vire-os e coloque-os sobre o cilindro menor que está com a parte de trás do botão. Encaixe-os até o final. Dessa forma, a matriz está completa com o botão dentro, pronto para ser “amassado”.

 


Vire a matriz para cima novamente.

 


Se não tiver a prensa, utilize um martelo para prensar o botão. Dê algumas marteladas com um pouco de força (se depois perceber que  o botão não ficou bem encaixado, é possível recolocá-lo na matriz e martelar novamente).

 


Se tiver a prensa, melhor e mais fácil ainda. Basta colocá-la no local correto e puxar o cabo para prensar a matriz.

 


Retire os dois cilindros de dentro do maior e é assim que vai estar o botão, já pronto.

 


Normalmente o botão fica bem encaixado dentro e precisa de uma ajudinha para sair. Vire o cilindro com o botão de cabeça para baixo e use alguma coisa para empurrar o fundo (que é solto) forçando o botão a sair.

 


E aqui o botão pronto.

 


A parte de trás do botão, que tem o pezinho para ser costurado.

 


Para o uso em scrapbooking eu corto o pezinho para deixar o botão chato atrás. A forma mais fácil que encontrei para cortar foi usando uma tesourinha de ponta fina. Corte primeiro um lado do pezinho e depois o outro, mas normalmente quando se corta o primeiro lado, o outro se quebra sozinho e o pezinho sai inteiro (cuidado com os olhos na hora de cortar, pois o pezinho voa longe!).

Evite usar estilete. O plástico é muito duro para o estilete e o risco de um acidente é grande, já que é preciso segurar o botão com os dedos.

 


O botão já com o pezinho cortado.

 


E aqui um exemplo de uso. É só colar com cola ou glue dots. Não parece um brad?

 


Outros botões forrados com papel.

 

Então, seja com papel ou tecido, as possibilidades são infinitas para personalizar e embelezar os trabalhos.

Espero que ajude aos que queiram tentar!

Beijos,

Aproveitando uma viagem para visitar a minha irmã, tirei algumas fotos da casa dela, de alguns detalhes e idéias que achei bem legais.

Na sala de estar, ela ampliou e emoldurou três fotos de flores do próprio jardim em preto e branco e colocou na parede. Achei a idéia linda e bem fácil de fazer. O fato das fotos serem do jardim da casa torna os quadrinhos mais significativos, pois as imagens têm ligação direta com quem vive ali. Isso traz ao ambiente personalidade e sensação de aconchego.

Detalhe:

Dois cantinhos do quarto de hóspedes – espelho e o abajur que eu fiz para ela sob encomenda, na mesinha de cabeceira:

Ao entrar no lavabo, lembrei de um post da Pixu, no blog Lá em Casa, falando sobre toalhinhas extras no lavabo em dia de festa, para evitar que a toalhinha fique encharcada. Para resolver o problema, minha irmã usou esse suporte muito bonitinho e colocou nas prateleiras toalhinhas empilhadas e enfeites. Amei.

Na cozinha, armário de madeira de demolição, flores de tecido e aventais (confeccionados pela minha mãe).

Ainda na cozinha, uma cortina super simples, toda branca, ficou linda só enfeitada com uma barra de fuxicos nas laterais:

O armário que forma uma divisória com a copa tem um detalhe bem interessante: possui portas dos dois lados, podendo ser acessado por qualquer um dos ambientes. Muito prático.

Para terminar, algumas fotos da beleza do jardim:

SIGA-ME

RECEBA AS POSTAGENS POR EMAIL:

Delivered by FeedBurner

© 2017 Luciana Murta

error: Conteúdo protegido