Currently viewing the tag: "Transformação de móveis"

Ok, centésima é exagero, mas entre pintar e forrar com tecido, já mexi nessa mesinha várias vezes (a última vez foi essa). Acho que ela já deu o que tinha que dar mas, na impossibilidade de trocá-la agora, encarei a reforma mais uma vez.

Dessa vez usei tecidos em preto e branco e um preto com rosas para disfarçar os rabiscos que com certeza farão nela.


Fiz um molde de papel no tamanho 10 x 10cm, e cortei vários quadrados com tesoura de picotar.


Colei os quadradinhos em toda a volta na mesa, formando uma borda, deixando uma sobra embaixo para cortar depois.


Nem sabia direito o que ía fazer com ela. O pedaço de tecido de rosas não foi suficiente para o retângulo central, então usei uma fita de cetim rosa para fechar o espaço e formar uma moldura. Essas manchas brancas no tecido são a cola que passei por cima. Depois de secar, recortei as bordas com tesourinha fina.


Ficou assim.

No post Transformação com Tecido, mostrei como forrei essa mesma mesa com outro tecido, usado o mesmo processo. Lá tem mais detalhes de como eu fiz.


Os potinhos de achocolatado forrados com papel ou tecido ajudam bastante a organizar as 1500 coisinhas das crianças. Em Mini-transformação com Tecido tem o passo-a-passo de como eu forrei o da direita.

Beijos e bom fim de semana!

Como eu havia dito no último post, tenho mais alguns móveis aqui que sofreram transformações. Gostaria de mostrar de uma forma decente, com fotos melhores, mas infelizmente quando fui procurar, descobri que nunca tirei fotos especificamente dos móveis depois de transformados. Para não deixar de mostrar as dicas, vou colocar algumas fotos onde eles aparecem, mesmo que não totalmente, só para explicar as transformações.

Esses móveis infantis são da Filomena-mena-mena, uma lojinha muito legal. Depois de muito mudar de idéia sobre um móvel para guardar brinquedos que eu queria comprar, desenhei essa estante com prateleiras e um baú aberto embaixo e a Filomena executou para mim.

 

Pedi que a pintura fosse feita para combinar com a mesinha e cadeiras que eu já tinha, também da Filomena. O tampo da mesinha se abre e embaixo tem um bom espaço para guardar cadernos, estojos, etc. uma beleza para esconder a bagunça rapidinho.

Depois que eu modifiquei a decoração do quarto para branco e lilás, e aproveitando que a mesinha já estava muito riscada e merecendo uma reforma, pintei-a de branco e forrei o tampo com tecido floral lilás. Por cima do tampo coloquei uma capa de plástico cristal com viés em tecido, para evitar que o tampo se estragasse logo com os rabiscos. Também pintei as cadeirinhas de branco e forrei o encosto e o assento com tecido lilás de bolinhas brancas. Essa foi a única foto que consegui da fase em que ela estava assim, mas dá para ter uma ideia:

Na mesma época pintei a estante de branco, forrei a parte de cima (do telhado) com tecido branco e lilás e coloquei um aplique de resina pintado de lilás na frente. A parte interna do baú foi pintada de lilás bem clarinho. Outra foto ruinzinha e cortada, por favor não reparem no fio da tv a cabo nem na bagunça dos brinquedos!

A mesinha também é a mesma do post Transformação com tecido, onde mostrei como eu fiz para forrá-la quando ela já estava um trapo. O resultado final foi esse e é assim que ela está até hoje, pintada de rosa clarinho e com tecido rosa e branco no tampo:

Além desses móveis, a mini-cama que aparece no post anterior também foi feita sob encomenda na Filomena, para que coubesse nela um colchão de berço e que combinasse com o estilo da outra cama, um modelo da Tok & Stok.

A mesinha entre as duas camas também é de MDF. Pintei de branco e coloquei puxadores de resina em forma de rosa. As colchas de retalhos foram feitas pela minha mãe. Detalhes da mesinha:

Cúpula do abajur forrada com tecido. Quadrinhos e sachês também são obras de mamis. 

Mais algumas fotos antigas, lá do fundo do baú. E para começar, o próprio: o baú, em duas versões. Logo que comprei esse baú de MDF, pintei todo de branco e coloquei apliques de MDF em forma de folhinhas para enfeitar.

A primeira versão do baú, no quarto das crianças.

Detalhe: pintura branca e apliques de folhinhas.

 

Baú-banquinho

Depois de um bom tempo de uso no quarto das crianças, tirei os apliques,  pintei de rosa e coloquei almofadas em cima, transformando-o em um baú-banquinho. Ele já guardou brinquedos, lençóis, colchas, almofadas, etc. Atualmente guarda materiais de costura que eu uso pouco e serve como mesinha para a minha impressora.
 
 

Cestinha de pano

A cestinha de pano feita pela minha mãe e que eu amo de paixão. Agora ela guarda minhas revistas de decoração, mas já guardou almofadinhas, como na época dessa foto.

 

Organização de armário

Gavetinhas, cestinhas, bolsas e necessaires organizando o armário. Quando soube que os perfumes não devem ficar no banheiro, porque estragam com o vapor, eles foram para a cestinha dentro do armário. O gaveteiro é o mesmo que agora fica na minha mesa e que teve as frentes das gavetas forradas com tecido (veja aqui e aqui). Nesta foto ele está apenas pintado de branco e rosa bem clarinho nas gavetas.

 

Gaveteiro customizado

Essa foto está um tanto péssima, mas nunca tinha mostrado aqui esse gaveteiro de metal da Tok & Stok, que originalmente era azul turquesa. Durante um tempo precisei deixar uma mesa de trabalho (com o gaveteiro embaixo) no quarto das crianças, que era todo branquinho com lilás (como aparece na primeira foto). Para resolver o problema, pintei o gaveteiro de branco com tinta esmalte para madeiras e metais e customizei com stencil e tinta lilás. Dessa forma o conjunto ficou com um visual mais leve e integrado ao resto da decoração do quarto. Complementei usando sobre a mesa acessórios de escritório branquinhos, em estilo provençal (se achar uma foto, depois posto).

 

Cabideiro improvisado

Na impossibilidade de algo mais elaborado, madeira, parafusos, tecido e contas de bijouteria para fazer um cabideiro para jóias e bijous.

Mini-bolsinha

 E coisas pequenininhas dentro da bolsinha no cabideiro.

 

Cestinha lilás

Cestinha de MDF com gaveta.

Abajur e cestinha rosa

Abajur com cúpula forrada de tecido e cestinha decorada com fitas, rendas e continhas.

 

Mini-bolsinhas

Mini-bolsinha

 

Redinha para bonecas

Redinha de tecido para organizar bichinhos e bonecas.

***

Tenho uns outros móveis infantis do fundo do baú para mostrar. São de uma loja super divertida e também já passaram por algumas transformações aqui em casa. Mas essa dica fica para o próximo post!

Beijos,

Essa mesinha infantil de MDF foi feita há uns 3 anos atrás e já passou por várias reformas. Pintei de branco, pintei de rosa, forrei com tecido lilás, coloquei capa, até que acabei abandonando-a e as crianças se encarregaram de deixá-la assim:

Tá certo que a parte raspada fui eu que fiz, da última vez que tentei reformá-la, mas a “arte” é por conta delas. Como ando com preguiça de mexer com coisas grandes, estava a ponto de passá-la adiante, mas acabei criando coragem e decidi fazer um “extreme makeover” mais uma vez. E nem foi tão extreme assim.

Notem que eu sou muito mais da prática do que das técnicas, portanto podem haver outras formas mais apropriadas de se fazer isso, mas como muita gente me escreve perguntando sobre forração com tecido, achei legal explicar como faço, pode ajudar alguém. Gosto de trabalhar com o tecido porque é mais prático, fácil de colocar e tem estampas lindas. Rapidinho temos um móvel novo e colorido sem precisar mexer com tinta.

Mantive o rosa clarinho da base e pernas da mesa e forrei somente o tampo com um tecido rosa de bolinhas brancas. Para isso, utilizei cola branca extra, diluída com um pouco de água (uns 10% de água em relação a quantidade de cola), passei aos poucos com um pincel e fui colando o tecido e alisando bem sobre o tampo, sem me preocupar com as sobras de tecido em volta:

Depois de colar todo o tecido bem esticadinho, passei uma camada grossa de cola por cima, diluída da mesma forma com água, por toda a superfície:

Nas laterais, passei a cola até ultrapassar as bordas da mesa. Depois que a cola seca, o tecido fica durinho e fica mais fácil cortar o excesso de tecido.

Depois de passar a cola em todo o tecido, deixei secar bem.

Quando a cola estava totalmente seca, usei uma tesoura fininha para recortar o excesso de tecido bem rente às bordas da mesa. Se notar que em algum lugar o tecido está soltando, é só pegar o pincel e passar mais cola no local.

E pronto. Aqui a mesa já arrumadinha:

Existe também a opção de passar termolina leitosa ao invés da camada de cola, como acabamento por cima do tecido, ou ainda de não passar nada. Eu particularmente acho muito mais bonito quando o tecido não leva nada por cima, mostrando sua textura. No entanto, fica mais difícil de limpar e o objeto ou móvel acaba estragando mais rápido. No caso da mesinha de criança, sem o acabamento logo ela ficaria toda manchada, sem possibilidade de limpar. Aliás, para esse caso ainda prefiro a cola à termolina, pois quando suja ou fica rabiscada, é possível limpar com um pano úmido, removendo uma parte da camada de cola e consequentemente a sujeira e as manchas também. Depois é só aplicar uma nova camada de cola no local e deixar secar. Fica perfeito. Já na minha experiência com a termolina, as manchas não saíram.

Aqui uma foto de uma cômoda que forrei com tecido em todas as frentes das gavetas, usando o mesmo procedimento:

Este é o mesmo processo que uso para forrar objetos menores, como caixas de MDF ou papelão, mini-cômodas, frentes de gavetas, etc.

Caixa com tampa forrada de tecido:

Outros posts onde mostro objetos forrados com tecido:

Mini cômodas

Cúpulas forradas de tecido

Saboneteira e porta-escova

Cabideiros super-improvisados

Trabalhando em casa – Dicas de organização

Espero que a explicação seja útil!

error: Conteúdo protegido